LogotipoAGyellowblue copy.jpg (20460 bytes)Nazareth para todos.jpg (26618 bytes)

 

 

 

 

Capa Nazareth.jpg (25360 bytes)              Coletânea de arranjos de obras de Ernesto Nazareth
para solista e piano

Disponível para flauta(AG026.fl), oboé(AG026.ob), clarineta(AG026.cl), fagote(AG026.bsn),
sax em Bb
(AG026.tsax), sax em Eb(AG026.asax), trompa(AG026.hn), trompete(AG026.tpt),
trombone/tuba
(AG026.tbn), violino(AG026.vln), viola(AG026.vla), violoncelo(AG026.vcl),
contrabaixo
(AG026.db) e marimba/vibrafone(AG026.mall).

      Repertório:
             Apanhei-te, cavaquinho!   
Brejeiro    Confidências       Correcta
                           Eponina         Escorregando         Nenê        Odeon

      
 

 

“Um projeto inovador contempla a música brasileira a partir desta coletânea de obras de Ernesto Nazareth especialmente arranjadas para piano e... a escolha é do solista. As versões são variadas: cordas, madeiras, metais e percussão. E mais: quarteto ou orquestra de cordas. Atende tanto o interesse individual, como o coletivo. E ainda pode se inserir no universo das Escolas e Conservatórios de Música, Bandas, músicos profissionais e amadores.
O projeto é criação conjunta de Francisca Aquino (pianista/arranjadora) e Ricardo Vasconcellos (contrabaixista/arranjador). Visa tornar a música brasileira conhecida e interpretada pelos mais distintos instrumentistas nacionais e estrangeiros, possibilitando o registro e difusão de obras de nossos compositores.
Ernesto Júlio de Nazareth, nascido no Rio de Janeiro a 20 de março de 1863, veio ao mundo com a missão de fazer música...”

Vicente Salles, musicólogo

"Os arranjos de obras célebres de Nazareth, elaborados por Francisca Aquino, vêm suprir uma necessidade premente. A música de Ernesto Nazareth tem um apelo universal, com execuções e gravações em CD, vídeo e DVD em muitos centros culturais, sobretudo norte-americanos. A falta de disponibilidade de arranjos de qualidade leva a versões pouco compatíveis com a tradição brasileira.
Francisca Aquino é grande conhecedora do nosso repertório, do qual é notável executante. Possui muita experiência no mundo do arranjo, comprovada por uma numerosa produção. Já tive a oportunidade de examinar várias obras suas. Neste trabalho ela continua, com grande êxito, na linha da polifonia característica do contracanto brasileiro, extremamente desenvolvida, e “apimenta” a harmonia com fantasia e invenção. Esta versão brilhante, de excelente efeito para a execução pública, merece uma difusão internacional."

Luiz de Moura Castro, pianista
Hartt School - Universidade de Hartford - CT - USA